abraço de comer

Sei que falando assim parece estranho, mas hoje eu ganhei um abraço de comer.

E o entregador era na verdade uma menina linda, de mechas pink nos cabelos, de sorriso tímido, de tinta na pele e muito amor no coração.

E o abraço de comer é o melhor bolo de fubá de todos os tempos! Com casquinha por fora e fofinho por dentro. Com cheiro de casa de vó numa tarde de domingo.

Essa visita linda aconteceu pra gente falar de trabalho e acabamos fazendo terapia, compartilhando sonhos, angústias e histórias.

Descobri que a menina de voz pacata e doce é fazedora de doces deliciosos e que temos mais em comum do que imaginávamos. Falamos de projetos futuros e eu espero que eles sejam concretizados logo logo.

Como é bom a gente sentir amor, né? Assim fácil! E se você quiser um abraço de comer, pode encomendar aqui, no site dela! Pode pedir pra uma tarde de chá, pro picnic, pra presentear alguém, pra comemorar alguma coisa conquistada… bolo feito de carinho como esse cai bem a todo momento.

♥,
S.

Comments
19 Responses to “abraço de comer”
  1. Bella says:

    Nossa, que profissa esse bolo! E que menina LINDA! :)

  2. Shirley says:

    seus textos são abraços de ler! bjos shirley

  3. Marcela says:

    Se ela entregar aqui esse bolo de entrada do site de morango, dou hospedagem pra ela. Pode ser?

  4. Eu querooo!
    Que delícia! <3

  5. BA MORETTI says:

    in love com as fotos e com o bolo ♥
    e a fome agora, como lidar?

  6. A vida é um tanto complicada né? As vezes a gente simplesmente só acorda, trabalha, trabalha, trabalha e ai dorme; porque amanhã tem que ter vontade de acordar, trabalhar e trabalhar tudo outra vez.

    Quando vemos o mundo se tornou um lugar sem graça e os nossos sonhos ficaram guardados em uma época em que a gente não precisava trabalhar tantooooooo assim, ou pelo menos, achava que sonhar era mais importante que trabalhar.

    Eu por exemplo esqueci o quanto é bom parar tudo, ir para cozinha e fazer um bolo para alguém que eu amo ou para alguém que até desconheço. O sentimento é tão bom; porque a gente pensa na pessoa, pensa como ela vai receber esse bolo, se ela vai sorrir; se ela vai gostar. Se vai fazer bem pra alma dela, pro espírito…

    Foi então que eu resolvi parar tudo e fazer isso para viver. Levar amor para quem as vezes só acorda, trabalha, trabalha, trabalha e trabalha.

    Com um bolo, a gente PARA, senta, come e fecha os olhos. Sente o cheiro do café passado quentinho, coloca ele quente ainda na boca – com cuidado até para não se queimar – corta o bolo, de casca grossa e miolo quentinho, como nós, que somos durões por fora, mas por dentro, manteiga que derrete! ;) E eis então a pausa que precisamos, todos os dias.

    Foi uma quinta feira que eu joguei tudo pra cima e resolvi passar um dia com alguém que eu admiro a tanto tempo e parece que vive aqui dentro de mim. Cheguei como o primeiro encontro de namorados, fui recebida como minha avó me recebe sempre que chego para vê-la – com aquele sorriso no rosto e abraço gostoso – e falei tanto, tantoooo, tanto – como nem em um sessão de terapia [que aliás eu fugi] falaria.

    É isso… um bolo é tão isso. É uma amiga, que a gente admira, ama, tem orgulho – sem nem conhecer muito bem. A gente corta a fatia, se pergunta se vai gostar e ai minhas caras, depois da primeira mordida, é melhor se controlar para não levar o bolo todo pra dentro da barriga!

    A Sharon é assim sabiam? Ela é como se fosse um bolinho. Acho que não de fubá – pois fubá acalenta a alma mas não dá aquela sacudida boa que faz a gente acordar.

    Acho que deveria ter feito o de chocolate, que é macio por inteiro, sem casca dura – porque ela é macia de coração, de rosto, de pele e sorriso. Por dentro ela é sonho, daqueles que a gente espera conseguir pegar na cauda do cometa para seguir junto – e sonho é algo intenso, do mesmo jeitinho do chocolate, que também te conquista, relaxa, dá vontade de comer sem parar.

    Pois é, essa moça de bigode dá vontade de ficar horas e horas e horas e horaaaaas e mais horas ouvindo, rindo, sorrindo tímida para uma câmera que as vezes da até um certo medinho. E tem mais, o bolo de chocolate vai com uma caldinha delícia [!], aquelas que a gente puxa com o dedo, que nm criança. Exatamente como a Sharon, que guarda nos olhinhos aquela sapeques que te faz querer viver toda a maluquice da vida outra vez! ;)

    É, dá próxima vez o bolo vai ser de chocolate!

    • Sharon says:

      oh céus, devia ser proíbido a pessoa fazer isso com a outra logo cedo… tô aqui chorando de soluço, de alegria, de vontade de fazer tudo aqui e agora!

      esse carinho que a gente tem uma pela outra há tanto tempo foi 100% justificado, né? é coisa de além planeta terra.

      seja limão, laranja, chocolate, fubá ou até mesmo imaginário: se você trouxer, já será o melhor bolo do mundo <3

      vamos fazer desse encontro um hábito. radial leste e 23 de maio estão aí pra isso :)

      um beijo estalado na bochecha!

      S.

  7. Mamá says:

    Tive o prazer de experimentar o bolo e realmente é delicioso, além de lindo! Parabéns, Joyce, pelo talento e pela sensibilidade!
    A Sharon já é, realmente, um abraço em forma de gente. E agora acho que você também se enquadra nessa categoria.
    Vou torcer MUITO para que os sonhos de vocês se concretizem.

  8. pri mota says:

    só tem foto linda! amei :)

  9. Erivaneide says:

    Amei…vc é demais,assim como na confeitaria,tudo feito com muito amor e dedicação!!!

  10. LUANA MOREAUX says:

    Uiaaa! è a Joyce do Bem Simples! Eu fiz o Cookie que ela ensinou!rsrss.
    E ela te definiu PERFEITAMENTE.
    MInha amiga linda do meu coração. Da minha alma.

  11. Francisco Cerqueira says:

    Oi…
    .
    Achei sua foto do cartão bem legal. Posso usar num post sobre cartões de visita?
    .
    N será nada demais…só que a imagem é excelente.

Leave a comment